Você está aqui: Início » Produtividade » 5 lições para quem quer parar de procrastinar
Produtividade

5 lições para quem quer parar de procrastinar

Compartilhe com seus amigos!
  •  
  •  
  •  
  •  

Como parar de procrastinar

A procrastinação, ato de adiar tarefas repetidamente, é para muitas pessoas uma pedra no caminho. É um comportamento que leva principalmente a atrasos, tanto de compromissos e prazos como também de vida. Esta jornalista que vos escreve é uma procrastinadora de primeira e já leu diversos estudos e artigos sobre o tema para tentar parar e buscar uma forma de organizar melhor as atividades. Tomei a liberdade de listar neste post os conselhos que de fato ajudam a sermos mais produtivos, respeitando as nossas dificuldades.

1. Você não vai mudar de hoje para amanhã

A mudança é de hábito e leva tempo. Encarar seriamente este fato ajuda a cumprir a primeira lição, que é basicamente não procrastinar o fim de sua procrastinação. É como em uma dieta, você perde peso e muda o paladar aos poucos, se desistir no meio do caminho e permanecer na desistência, vai ganhar todos os quilos que perdeu e ter de começar do zero. Não deixe para consertar a rotina na segunda-feira, comece agora, seja feriado, meio de semana, manhã ou madrugada.

2 . Faça listas começando pelo mais fácil

Uma mente que procrastina está evitando fazer coisas que não gosta ou que sai da zona de conforto. Funciona bem listar todas as atividades que você precisa fazer e definir os seus passos. No início do dia, é possível fazer uma lista das tarefas que precisam ser cumpridas (ir ao banco, começar aquele livro, ligar para aquela empresa), mas o primeiro item pode ser “tomar café da manhã”, ou “acordar às 8h”. Quando marcar aquela tarefa super fácil como feita, vai sentir uma sensação de que está fazendo o que programou, e que não é tão difícil assim. O próximo passo, será inconscientemente mais fácil de realizar. Clique aqui e confira aplicativos fáceis e gratuitos para listas e organização.

3 . Seja realista com o tempo de cada tarefa

Procrastinadores possuem problemas em gerir o tempo. Uma das causas é não conseguir calcular o tempo necessário para cada ação, fazendo com que deixamos para última hora, já que acreditamos que será rápido (e acaba sendo um correria), ou prometendo um prazo impossível de cumprir. O tempo você aprende praticando. Faça, e as horas que sobrarem dá para encaixar novas tarefas. No próximo planejamento, a sua lista de atividades já virá acompanhada de horário para concluir. Sem desculpas.

4 . Não ocupe muito tempo com o que não é produtivo

No livro A arte da procrastinação, o autor John Perry (um procrastinador), defende um comportamento simples: se você procrastinar, que seja fazendo algo produtivo. Ele conta que ao procrastinar a conclusão de um artigo, ele escreveu vários outros. A atitude pode parecer incoerente, mas é bastante realista e válida nos seguintes casos: quando a tarefa não vai prejudicar outras pessoas, quando sua preocupação maior é ser produtivo, e quando você quer descobrir pelo o quê está verdadeiramente interessado.

5 . Ser um procrastinador não é normal

“Deixei para última hora” é uma frase que ouvimos diariamente de nós mesmos e de várias pessoas. Isso não justifica que precisa ser ouvida com normalidade. Procrastinar faz mal e atrapalha os objetivos pessoais e profissionais. Basta perceber o que você seria hoje se já tivesse começado e persistido nos seus objetivos à alguns anos ou meses atrás. Não conseguir administrar o próprio tempo não pode ser visto como algo normal. Portanto, sem querer ser clichê, mas … não deixe para amanhã.


Compartilhe com seus amigos!
  •  
  •  
  •  
  •  

Sobre o autor

Carolina Cruz

Jornalista nascida em Brasília. Já esteve na cobertura de diversos assuntos. Escreve movida pela curiosidade. Mantém o blog Entenda o Caso.

/* ]]> */